Blog do Dr Jairo Bouer
 

10/06/2012

Mulheres ficam mais “quentes” quando trocam olhares com homens

 Uma pesquisa feita pela Universidade de St. Andrews, na Grã-Bretanha, mostra que a temperatura corporal das mulheres aumenta quando há uma simples troca de olhar com um homem. Foram analisadas as temperaturas da pele da mão, braço, rosto e seios de voluntárias através de técnicas de imagens termais. Apesar de elas não relatarem desconforto ou constrangimento durante a interação com homens, o estudo indicou um aumento considerável na temperatura do rosto durante o contato social, chegando a se elevar um grau.

Quando a interação se dava com outras mulheres, não houve alteração na temperatura das voluntárias. Todas as participantes do estudo eram heterossexuais.

            Para ler mais sobre a pesquisa acesse http://rsbl.royalsocietypublishing.org/content/early/2012/05/29/rsbl.2012.0338.abstract?sid=03f83c6a-4942-45c6-8143-be1e89539263.

Escrito por Jairo Bouer as 19h45

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Maconha aumenta risco de danos respiratórios

A British Lung Foundation publicou um relatório afirmando que a população desconhece os riscos que o uso de maconha traz aos pulmões. Segundo um levantamento feito com 1.000 adultos britânicos, um terço da população acredita que a droga não prejudica a saúde, e 88% dos entrevistados acreditavam que os cigarros de tabaco seriam mais prejudiciais do que os de maconha.

O relatório da fundação afirma que um cigarro de maconha traz os mesmos riscos que um maço com 20 cigarros de tabaco, aumentando as chances de tuberculose, bronquite aguda e câncer de pulmão. Segundo os especialistas, parte desse dano acontece porque as pessoas inalam mais profundamente e mantêm a fumaça de maconha por mais tempo nos pulmões em comparação com o fumo de tabaco. Isso quer dizer que se traga quatro vezes mais alcatrão num cigarro de maconha e cinco vezes mais monóxido de carbono.

Para ler mais sobre o levantamento acesse http://www.lunguk.org/campaigns/media-centre/latestpressreleases/New-report-reveals-dangerous-lack+of-public-understanding-of-the-health-risks-of-cannabis.

Escrito por Jairo Bouer as 19h44

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Atraso no sono poderia atrapalhar fertilidade

 

Uma pesquisa feita na Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, com cobaias mostrou que atrasar o sono pode ser maléfico para a fertilidade.  Foram usadas fêmeas que copularam durante seu período fértil e divididas em três grupos: um de controle, um em que foi atrasado o ciclo de sono e outro em que era adiantado. O primeiro era exposto à luz por 12 horas e ficava no escuro durante as outras 12 horas do dia, simulando o ciclo circadiano normal. No segundo grupo, a cada 5-6 dias, o horário de “sono” (escuro) era atrasado 6 horas. No terceiro grupo, isso era feito para adiantar o horário de sono.

No grupo controle, 90% das fêmeas ficaram prenhas. No grupo em que se atrasou o sono a taxa caiu para 50% e no grupo em que se adiantou o sono, para 22%.

Para ler mais sobre a pesquisa acesse http://www.plosone.org/article/info%3Adoi%2F10.1371%2Fjournal.pone.0037668

Escrito por Jairo Bouer as 19h43

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Pessoas com tatoos e piercings fazem mais sexo

Uma pesquisa feita na Universidade de Silesia, na Polônia, mostrou que adultos que fazem modificação corporal – tatuagem e piercing – têm uma vida sexual mais ativa e mais precoce. Foram avaliados 100 voluntários de 20 a 35 anos, sendo 60 do grupo controle (sem modificação corporal), 28 com tatuagens e 32 com piercing. Eles responderam a uma pesquisa que abordava seus hábitos sexuais e seus conceitos sobre modificação corporal.

Os entrevistados que tinham tatuagem ou piercing, em média, iniciaram a vida sexual mais cedo do que o grupo controle, além de manterem-se sexualmente mais ativos. Por outro lado, não houve diferença a respeito de orientação sexual, comportamento de risco, frequência de masturbação ou histórico de abuso sexual.

            Para ler mais sobre a pesquisa acesse

http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1743-6109.2012.02791.x/abstract

Escrito por Jairo Bouer as 19h42

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

 

Busca

 

O Autor

 

Dr. Jairo Bouer

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. A partir do seu trabalho no Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP (Prosex), passou a focar seu trabalho no estudo da sexualidade humana. Hoje é referência no Brasil, para o grande público, quando o assunto é saúde e comportamento jovem, atendendo a dúvidas através de diferentes meios de comunicação.

Sobre o blog

 

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e tira dúvidas sobre saúde, sexo e comportamento.

Histórico

 



 

© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.