Blog do Dr Jairo Bouer
 

24/01/2012

Feliz 2012!

      Olá caros leitores! Depois de um pequeno intervalo nas férias de final de ano, o blog volta a trazer notícias atualizadas sobre saúde e comportamento. Se você tem alguma sugestão, escreva para a gente! Feliz 2012!

Escrito por Jairo Bouer as 10h01

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Proibir aborto não reduz a prática

      Um levantamento feito pelo Instituto Guttmacher, dos Estados Unidos, mostrou que leis severas contra o aborto não reduzem a prática. Pelo contrário: as taxas mais altas de aborto foram constatadas justamente em regiões com legislação restritiva. Na América Latina, que tem relativamente o maior número de abortos do mundo, a maioria dos países proíbe a prática. Em 2008, 32 em cada mil mulheres latinas (de 15 a 44 anos) fizeram aborto. Na África a taxa foi de 29 a cada mil mulheres e na Europa Ocidental – que tem a legislação mais permissiva – o índice foi de 12 em cada mil.

      Por outro lado, a quantidade de abortos caiu. Em 2008, cerca de 28 mulheres em cada mil interromperam a gravidez, em comparação a 35 a cada mil em 1995. Mas a proporção de abortos feitos em condições que apresentam riscos às mulheres cresceu de 44% para 49% entre 1995 e 2008. Na África, a taxa de abortos de alto risco para a vida da mulher chega a 97%, seguido pela América Latina (95%), Ásia (40%), Oceania (15%), Europa (9%) e América do Norte (menos que 0,5%).

      Para ler mais sobre o estudo acesse http://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(11)61786-8/fulltext.

Escrito por Jairo Bouer as 09h59

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Quem malha tem salário maior

      Um estudo feito na Universidade Estadual de Cleveland, nos Estados Unidos, apontou que quem pratica exercícios físicos regularmente ganha entre 6% e 9% a mais do que os sedentários. Foram avaliados o rendimento de 12 mil pessoas, cruzando as informações com questionários sobre a prática de atividades físicas.

      Quem faz exercícios, pelo menos três vezes por semana, chega a ganhar 9% a mais do que quem não pratica nada. Até quem faz exercícios com menor frequência – entre uma e três vezes ao mês – acaba levando vantagem. O salário desse grupo chega a ser 5% mais alto.

      A justificativa para essa diferença pode ser o impacto que o exercício físico traz para a produtividade e o bem-estar do profissional. Estudos médicos mostram que a atividade física melhora a função mental, a condição psicológica e o nível de energia, consequentemente estimulando a produtividade.

      Para ler mais sobre o estudo acesse http://www.springerlink.com/content/f70733h231243mw4/.

Escrito por Jairo Bouer as 09h56

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

 

Busca

 

O Autor

 

Dr. Jairo Bouer

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. A partir do seu trabalho no Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP (Prosex), passou a focar seu trabalho no estudo da sexualidade humana. Hoje é referência no Brasil, para o grande público, quando o assunto é saúde e comportamento jovem, atendendo a dúvidas através de diferentes meios de comunicação.

Sobre o blog

 

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e tira dúvidas sobre saúde, sexo e comportamento.

Histórico

 



 

© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.