Blog do Dr Jairo Bouer
 

18/10/2011

Mulheres que usam pílula tendem a manter relação por mais tempo

 

Um estudo feito por pesquisadores escoceses e tchecos mostrou que quando as mulheres estão tomando pílula anticoncepcional ao conhecer um parceiro tendem a manter uma relação mais duradoura com eles. Foram entrevistadas 2.500 mulheres, que falaram sobre o pai dos seus filhos e se estavam usando contraceptivos ao conhecê-los.

            Aquelas que faziam uso da pílula ficavam mais tempo com o parceiro e o classificavam como bons provedores financeiros, embora muitas delas experimentaram maior insatisfação sexual ao longo do relacionamento. Já as que não usavam anticoncepcional tiveram relações mais efêmeras, mas achavam que os parceiros eram mais atraentes. Os pesquisadores consideram que as variações hormonais que ocorrem em quem não toma pílula pode ser uma das justificativas – mulheres que ovulam tendem a buscar homens mais masculinos e com odores mais semelhantes aos seus. Mulheres que usam pílula, sem tantas variações hormonais, tenderiam a levar em conta outros fatores, além da atração sexual. O estudo sugere que o uso da pílula poderia alterar o padrão de escolha do parceiro, com implicações para comportamento reprodutivo, estruturação familiar e até qualidade de vida. A checar….

Para ler mais sobre a pesquisa acesse http://rspb.royalsocietypublishing.org/content/early/2011/10/10/rspb.2011.1647.abstract?sid=3a63632f-06e7-4249-b936-dcef507b9b5c.

Escrito por Jairo Bouer as 09h34

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Estudo sugere que excesso de vitaminas pode aumentar mortalidade feminina

 

Pesquisadores da Universidade do Leste da Finlândia analisaram a dieta e suplementação vitamínica de 38 mil mulheres de 50 a 60 anos e descobriram que a ingestão excessiva de vitaminas, em vez de fazer bem à saúde, pode aumentar o risco de mortalidade.

As voluntárias relataram quais vitaminas e minerais tomaram nas últimas duas décadas – e o uso de vitaminas, ácido fólico, magnésio, zinco, cobre e ferro teve ligação com aumento de mortalidade. Foram levados em consideração problemas de nutrição e de saúde prévios. Mesmo com a correção desses fatores, o risco se manteve. Além disso, a relação foi dose-dependente – quanto maior o consumo, maior o risco.

Os pesquisadores fizeram um alerta de que os suplementos só devem ser usados quando há uma análise e indicação médica precisa, reforçando que a automedicação pode ser muito prejudicial.

Para ler mais sobre o estudo, acesse http://archinte.ama-assn.org/cgi/content/short/171/18/1625.

 

Escrito por Jairo Bouer as 09h33

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

 

Busca

 

O Autor

 

Dr. Jairo Bouer

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. A partir do seu trabalho no Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP (Prosex), passou a focar seu trabalho no estudo da sexualidade humana. Hoje é referência no Brasil, para o grande público, quando o assunto é saúde e comportamento jovem, atendendo a dúvidas através de diferentes meios de comunicação.

Sobre o blog

 

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e tira dúvidas sobre saúde, sexo e comportamento.

Histórico

 



 

© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.