Blog do Dr Jairo Bouer
 

27/06/2011

Aumenta consumo de medicamentos para uso recreativo


   Relatório divulgado pela agência das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) mostra que houve estabilização no consumo mundial de drogas tradicionais como cocaína e heroína, mas aumentou o uso recreativo de medicamentos, inclusive no Brasil. O documento aponta principalmente o aumento no consumo de opióides sintéticos (usados como analgésicos) e ATS (estimulantes do grupo das anfetaminas prescritos para transtorno de déficit de atenção) no país.
   De acordo com o relatório, o uso recreativo de drogas medicinais aumenta e substitui parte do consumo das drogas ilícitas, por serem consideradas menos danosas, por serem mais baratas e mais aceitas socialmente. Segundo a UNODC, o maior consumo se dá entre adultos jovens, mulheres, idosos e profissionais da saúde. Os efeitos nocivo do novo hábito já está sendo notado: nos Estados Unidos, o número de internações relacionadas ao consumo de opióides prescritos aumentou 460% entre 1998 e 2008 e já supera o número de casos ligados a drogas ilícitas.
   Para saber mais sobre o relatório acesse http://www.unodc.org/southerncone/pt/frontpage/2011/06/23-world-drug-report-2011.html.

Escrito por Jairo Bouer as 17h31

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Bebês podem ser salvos com teste de sífilis

     Um estudo feito na University College London, na Grã-Bretanha, mostrou que centenas de milhares de bebês podem ser salvos anualmente se mulheres grávidas realizarem o exame de sífilis. Os pesquisadores analisaram 10 estudos prévios que envolveram 41 mil mulheres. A conclusão foi de que, quando houve exames e tratamento subsequente, os casos de natimortos e óbitos nas primeiras semanas de vida foram reduzidos em 58%, além de haver redução na sífilis congênita.
     A doença causa atualmente a morte de meio milhão de bebês todos os anos (incluindo natimortos e óbitos logo após o nascimento). A maioria dos casos acontece na África Subsaariana. A sífilis é uma DST, que pode evoluir para danos sérios ao coração, cérebro e olhos, chegando até a levar à morte. O tratamento é relativamente simples nas fases iniciais da doença, sendo feito com antibióticos. Se todas as grávidas com teste positivo recebessem uma dose de benzatina antes da 28ª semana de gravidez, não haveria mais mortes de recém-nascidos por sífilis. Hoje, no Brasil, o teste para sífilis está incluído no programa padrão de pré-natal.
     Para ler mais sobre a pesquisa acesse http://www.thelancet.com/journals/laninf/article/PIIS1473-3099(11)70104-9/abstract.

Escrito por Jairo Bouer as 17h30

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

 

Busca

 

O Autor

 

Dr. Jairo Bouer

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. A partir do seu trabalho no Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP (Prosex), passou a focar seu trabalho no estudo da sexualidade humana. Hoje é referência no Brasil, para o grande público, quando o assunto é saúde e comportamento jovem, atendendo a dúvidas através de diferentes meios de comunicação.

Sobre o blog

 

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e tira dúvidas sobre saúde, sexo e comportamento.

Histórico

 



 

© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.