Blog do Dr Jairo Bouer
 

25/08/2010

Cerveja pode aumentar risco de psoríase em mulheres

Um estudo feito na Harvard Medical School, nos Estados Unidos, mostrou que mulheres que bebem cerveja regularmente têm mais chances de desenvolver psoríase. A doença afeta a pele de forma crônica, causando descamações e coceira nos joelhos, cotovelos e couro cabeludo, podendo atingir outras regiões do corpo, como o rosto.

A pesquisa contou com dados de mais de 82 mil enfermeiras de 27 a 44 anos. Entre as que bebiam uma média de 2,3 cervejas por semana, o risco era 72% maior comparado às mulheres que não bebiam cerveja. Já entre as que bebiam cinco copos de cerveja semanais, o risco era 130% maior. Não foi observada relação entre o risco de desenvolver psoríase e o consumo de cervejas não alcoólicas, vinho ou bebidas destiladas. Os pesquisadores suspeitam que o surgimento da psoríase tenha relação com o glúten da cevada, usado na fermentação da cerveja.

Para ler mais sobre a pesquisa acesse http://archderm.ama-assn.org/cgi/content/abstract/archdermatol.2010.204v1.

Escrito por Jairo Bouer as 09h30

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

Dose moderada de chocolate amargo pode reduzir infartos

Um estudo feito no Beth Israel Deaconess Medical Center, nos Estados Unidos, indicou que mulheres que comem chocolate amargo até duas vezes por semana têm um risco 33% menor de desenvolver doenças cardíacas. No entanto, o risco não diminui para aquelas que tinham um consumo ainda maior de chocolate. Para as que comiam três porções por semana, a proteção caiu para 26%. Entre as que comiam todos os dias, a proteção era nula.

A pesquisa foi feita com cerca de 32 mil mulheres de 48 a 83 anos ao longo de nove anos. Suspeita-se que a redução do risco se deva aos altos índices de flavonóides do chocolate amargo, substância que diminui a pressão arterial e protege as artérias coronarianas. Quanto maior o teor de cacau no chocolate, maior seria a proteção. Por outro lado, comer chocolate em excesso aumentaria a ingestão de açúcar e gordura, fazendo a pessoa ganhar peso e aumentar sua suscetibilidade às doenças cardíacas.

Para ler mais sobre a pesquisa acesse http://www.newsroom.heart.org/index.php?s=43&item=1091.

Escrito por Jairo Bouer as 09h29

O espaço de comentários do blog do Dr. Jairo Bouer pode ser moderado. Regras de uso

 

Busca

 

O Autor

 

Dr. Jairo Bouer

Jairo Bouer é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com residência em psiquiatria no Instituto de Psiquiatria da USP. A partir do seu trabalho no Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP (Prosex), passou a focar seu trabalho no estudo da sexualidade humana. Hoje é referência no Brasil, para o grande público, quando o assunto é saúde e comportamento jovem, atendendo a dúvidas através de diferentes meios de comunicação.

Sobre o blog

 

Neste espaço, Jairo Bouer publica informações atualizadas e tira dúvidas sobre saúde, sexo e comportamento.

Histórico

 



 

© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados.